Visualizador de rede de amizades no Facebook – Relatório 1

Alguns de vocês sabem que há um tempo eu desenvolvi um visualizador de rede de amizades utilizando os dados dos perfis do Facebook. Tive a ideia e construí: basta olhar toda a lista de amigos de um perfil e conectar aqueles que são amigos entre si, isto é, obter os amigos em comum do usuário e permitir a visualização gráfica — utilizei a primeira versão do sigma.js, uma biblioteca para o Javascript. No início foi uma página feia, mas bem funcional. Depois resolvi dar uma repaginada e divulgar o gerador nas redes sociais.

Ao todo foram geradas 792 redes e ainda preciso fazer a estatística de todos os dados. Havia feito uma análise com dados de cerca de 160 pessoas e foi possível obter uma rede completa (juntando tais redes em uma só) com quase 90 mil vértices e pouco mais de 2 milhões de conexões (ou 4 milhões, se contar as duas direções). Como exemplo, a imagem abaixo é o resultado da união de redes de 7 perfis diferentes.

Rede gerada por dados de 7 usuários diferentes do Facebook.

Visualização gráfica da rede gerada por dados de 7 usuários diferentes. O programa Gephi foi utilizado para isso.

Este projeto poderá ser bem útil para a análise de, por exemplo, modelos epidêmicos em redes complexas reais, tendo agora um banco de dados próprio. Aliás, copio aqui uma breve explicação do que é uma Rede Complexa, que pode ser encontrada na página do visualizador: http://fb.wesleycota.com/

Uma rede de amizades no Facebook é um tipo de Rede Complexa. Numa rede, temos os elementos (aqui representados por círculos) e as arestas (aqui representadas por linhas conectando dois elementos). Nessa rede, cada elemento é um perfil do Facebook e cada aresta corresponde a uma amizade entre tais perfis.

Assim, cada círculo é um de seus amigos (você também está representado!) e as linhas apresentam uma relação de amizade entre seus amigos. Dependendo da forma com a qual você se relaciona, podem ser vistos grupos distintos de amigos — do seu trabalho, da universidade, da academia, entre outros.

Uma Rede Complexa é simplesmente uma forma de representar relações entre elementos. Podemos construir redes de aeroportos, de pessoas, de estradas, de cadeia alimentar, de computadores (como a internet) e de muitas outras coisas! A imagem superior desta página, por exemplo, é uma rede de eletricidade dos Estados Unidos, com cada elemento representando um gerador, um transformador ou uma sub-estação.

http://fb.wesleycota.com/

Enfim. O Facebook simplesmente resolveu não permitir mais a coleta da lista de amigos completa de qualquer usuário por meio de aplicativos, obrigando todos eles a utilizaram as novas versões da plataforma de desenvolvimento — é o que permite ao aplicativo comunicar com os servidores do Facebook e obter os dados. Somente os aplicativos com a versão antiga da plataforma poderiam obter a lista de amigos completa. Porém, havia um prazo: 30 de abril de 2015. Esse dia chegou e pronto: já não é mais possível coletar os dados completamente.

Agora só é possível obter na lista de amigos aqueles amigos que também utilizaram o aplicativo. Para ter uma ideia do que isso significa, pense no exemplo que dei de 160 redes. Essas 160 redes significam que 160 pessoas utilizaram o aplicativo. As únicas conexões que seriam possíveis de serem visualizadas seriam entre essas 160 pessoas. Seria impossível obter uma rede com quase 90 mil vértices, como foi o caso. Pensando em um caso ainda mais simples: para a imagem acima, só seria possível visualizar 7 bolinhas!

Pois bem, chegou o fim! 🙁 Só tenho a agradecer a todas as pessoas que divulgaram o site, permitindo chegar em 792 redes geradas. Não pensei que chegaria a esse número. Inclusive, tinham sido geradas apenas 320 redes quando divulguei no grupo da Física – UFV no Facebook, no dia 31 de Março. Em pouco tempo o número de acessos aumentou consideravelmente. No dia 3 de Abril, por exemplo, foram 171 acessos. Sério, muito obrigado a todos!

Dados do Google Analytics para o mês de Abril de 2015.

Dados do Google Analytics para o mês de Abril de 2015.

Já de Dezembro de 2014 para cá:

Dados do Google Analytics desde Dezembro de 2014. Foram quase 5000 visualizações!

E… é isso. Devo fazer uma análise de todas as redes geradas e conectá-las em uma só. Quando eu tiver um tempo, farei isso e compartilho por aqui qualquer novidade. Se precisar, podem mandar um email para wesl…@ufv.br (clique para ver o endereço) ou entrar em contato pelo Facebook (está disponível aqui no blog).

Até mais e obrigado pelos peixes (com redes fica bem mais fácil!)! 😀

Sobre Wesley Cota

Bacharel em Física pela Universidade Federal de Viçosa e estudante de Doutorado em Física pela mesma instituição. Tem uma profunda paixão por qualquer tecnologia, ama física e gosta de ler sobre diversos assuntos. Atualmente faz estudo computacional e analítico de modelos epidemiológicos e estruturação de Redes Complexas.
Esta entrada foi publicada em Física, Projetos e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*