Recomendações de séries, documentários e vídeos #1

Mais de dois anos de “abandono” do blog! Enfim, não é certo que voltarei a publicar, mas ao menos tentarei desenvolver alguns posts que estavam no rascunho. Este é de 02/02/2012!

Eu deveria colocar outros itens nesta lista, mas mantive apenas os que estavam quase completamente descritos e os que acho que realmente valem a pena. Alguns removi por simplesmente nem lembrar sobre eles — poxa, planejava postar isso há 3 anos!

Enfim, costumo recomendar algumas coisas pelo meu perfil no Facebook mesmo. Basta me seguir por lá. 🙂


Já que não posto aqui há muito tempo, gostaria de recomendar algumas leituras e documentários, séries e uma palestra. Como devem imaginar, muitos são sobre ciência, mas tem outros tipos também.

Documentário (2003): O Universo Elegante, de Brian Greene

Assisti a esse documentário da PBS, se não me engano, no início do ano passado [2011]. Fala basicamente sobre a evolução da física até o presente e apresenta as possibilidades da chamada Teoria das Cordas. É baseado no livro de mesmo nome, O Universo Elegante (ISBN 0-375-70811-1) (The Elegant Universe, 1999), de Brian Greene. O documentário, de 2003, é dividido em três episódios: Einstein’s DreamString’s the Thing  e Welcome to the 11th Dimension, de aproximadamente 50 minutos cada.

Com uma linguagem simples e de fácil entendimento, o documentário aborda as ideias principais da Teoria das Cordas e também seu problema principal: é realmente uma ciência ou filosofia? Como provar experimentalmente que as cordas existem se são impossíveis de se ver?

Site oficial do documentário: http://www.pbs.org/wgbh/nova/elegant/
Curiosidade: Brian Greene fez uma aparição no episódio “The Herb Garden Germination” (S04E20) de The Big Bang Theory.


Documentário (2011): Maravilhas do Universo, BBC

Produzido pela BBC e narrado pelo físico Brian Cox, Wonders of the Universe nos apresenta as respostas para duas questões principais: Quem somos nós? De onde viemos? Em vez de respostas vindas da religião ou da mitologia, agora é a vez da ciência nos fornecer algumas possíveis respostas, ou mesmo pistas.

O documentário é incrível, com imagens belíssimas. Mais informações na Wikipédia ou no site oficial do documentário (ambos as páginas estão em inglês):

Site oficial do documentário: http://www.bbc.co.uk/programmes/b00zdhtg


Série (1980): Cosmos, de Carl SaganCosmos

Este eu penso que deveria ser obrigatório. É uma obra prima da divulgação científica apresentada por Carl Sagan, um cientista magnífico e autor de livros como o “O mundo assombrado pelos demônios” (leiam também!) e “Contato” (e virou um filme bem legal). Embora seja de 1980, a série continua perfeita mesmo com todas as mudanças nas ideias e teorias do universo. Há uma versão com revisões feitas pelo próprio Carl Sagan, e é a mesma que é transmitida aleatoriamente na TV Escola.

Página no IMDb: http://www.imdb.com/title/tt0081846/

A série dublada está disponível no YouTube:


Série (2014): Cosmos: Uma Odisséia do Espaço-Tempo

"Cosmos Título" por Fonte. Licenciado sob Conteúdo restrito, via Wikipédia - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Cosmos_T%C3%ADtulo.jpg#mediaviewer/File:Cosmos_T%C3%ADtulo.jpgMais de 30 anos depois, o também astrofísico Neil deGrasse Tyson apresenta uma versão de Cosmos renovada e com efeitos visuais muito bem feitos. Há novos questionamentos sobre a vida, o universo e tudo mais, e recria algumas das cenas feitas por Carl Sagan. Em alguns episódios, Tyson fala sobre sua relação com Carl Sagan. Um dos momentos mais emocionantes é quando afirma que foi Sagan o responsável por despertar nele a vontade de tornar-se um cientista. De fato, Tyson conseguiu e é um grande físico da atualidade.

As duas versões de Cosmos conseguem encantar crianças e adultos. Sério, todos deveriam assistir.

Página oficial: http://channel.nationalgeographic.com/channel/cosmos-a-spacetime-odyssey/


Palestra (2012): Susan Cain: O poder dos introvertidos

Esse constante estímulo e prioridade ao trabalho em grupo tanto em escolas quanto em locais de trabalho é perigoso. Esta palestra aborda alguns pontos importantes e é incrível! Alguns trechos da transcrição:

“Mas hoje em dia, a típica sala de aula tem grupos de carteiras — quatro, cinco, seis ou sete crianças frente a frente. E as crianças fazem inúmeros trabalhos em grupo. Mesmo em disciplinas como matemática e redação criativa (…). E para as que preferem ficar sozinhas ou simplesmente trabalhar sozinhas, elas costumam ser vistas como estranhas ou, pior, como problemas.”

“E, de fato, sabemos há séculos do poder transcendente da solidão. Só agora é que estranhamente começamos a esquecê-lo. Se vocês observarem as grandes religiões do mundo, encontrarão pensadores — Moisés, Jesus, Buda, Maomé — pensadores que vão por conta própria sozinhos na natureza onde têm epifanias e revelações profundas que depois trazem para o resto da comunidade.”

Sinopse:

“Em uma cultura onde ser sociável e extrovertido é valorizado como nunca, pode ser difícil, até vergonhoso, ser introvertido. Mas, como Susan Cain argumenta nesta apaixonante palestra, introvertidos trazem ao mundo habilidades e talentos extraordinários e devem ser encorajados e reconhecidos.”

Há legendas em português, assista:


Essas foram algumas recomendações. Como disse, costumo fazê-las no meu Facebook, já que não tenho tido muito tempo (ou paciência) para postar aqui no blog.

Sobre Wesley Cota

Bacharel em Física pela Universidade Federal de Viçosa e estudante de Doutorado em Física pela mesma instituição. Tem uma profunda paixão por qualquer tecnologia, ama física e gosta de ler sobre diversos assuntos. Atualmente faz estudo computacional e analítico de modelos epidemiológicos e estruturação de Redes Complexas.
Esta entrada foi publicada em Recomendações. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*